Brasileirão Série B

Ponte conquista ponto importante diante do líder invicto Náutico

Em um jogo emocionante e disputado até o final, a Ponte Preta fez uma grande partida e podia até ter vencido, não fossem erros cruciais da arbitragem.  A Macaca ...

Por Redação

há 2 meses


Ponte conquista ponto importante diante do líder invicto Náutico


Em um jogo emocionante e disputado até o final, a Ponte Preta fez uma grande partida e podia até ter vencido, não fossem erros cruciais da arbitragem.  A Macaca sufocou o líder no primeiro tempo, com direito a pênalti não-marcado e com gol de Moisés aos 18 minutos. No segundo, mais um erro do juiz prejudicou a equipe a Macaca, que tomou gol originado de um escanteio inexistente.

Valente, a Macaca foi para cima e teve duas bolas tiradas pela zaga em cima da linha do gol, além de outras oportunidades reais em um jogo que lutou até o fim, mas a partida terminou mesmo no 1 a 1. “Se tivesse que sair um vencedor hoje, teria de ser a Ponte, mas vamos manter os pés no chão para a gente sair logo dessa situação e buscar coisas melhores”, diz o capitão Ivan, que reestreou hoje no gol com direito a uma bela defesa no finalzinho do confronto.

Invicta há seis partidas, a Ponte Preta volta a campo às 18h30 de sábado (17), no Majestoso, contra o Remo.

O jogo

A Ponte chegou com perigo logo aos dois minutos. Após cruzamento rasteiro de Kevin, Moisés ficou com a sobra dentro da área, recebeu pênalti – não anotado pelo juiz - e ainda conseguiu chutar, com a defesa adversária tirando a bola em cima da linha.  Aos 11, a Macaca saiu em velocidade. Niltinho passou para Camilo, mas a defesa do Náutico cortou.

Aos 13, Niltinho chutou forte, de longe, e o goleiro adversário defendeu com dificuldade. Aos 17, Dahwan tentou de novo, de longe, mas mais uma vez o camisa 1 pegou. Aos 18, porém, saiu o gol da Macaca. Camilo passou para André Luiz que, de longe, mandou uma bomba para o gol. O goleiro adversário espalmou com dificuldade e Moisés pegou a sobra, mandando a bola para o fundo das redes. 1 a 0 para a Macaca.

Aos 22, quase a Macaca ampliou. Moisés entrou bem na área e ficou cara a cara com o goleiro adversário e tentou cruzar para Niltinho, mas ela acabou saindo. O Náutico pressionava para empatar, mas a Ponte marcava muito bem e tentava explorar os contra-ataques. Aos 42, Richard armou o contra-ataque, passando para Moisés, que inverteu para Camilo. O meia desceu em velocidade e chutou firme, ganhando escanteio. O próprio meia cobrou e a zaga desviou para trás, mas o juiz marcou falta de ataque. Aos 49, o juiz terminou o primeiro tempo.

No segundo tempo, a Ponte chegou ao ataque aos dois minutos, com Richard, mas o atacante foi parado com falta. Um minuto depois, Dawhan lançou Moisés, que matou a bola de cabeça no ataque, mas ela pegou força e saiu. Com mudanças no intervalo, o Náutico ficou mais agressivo e chegou ao gol de empate aos quatro, em cruzamento na área  a partir de um escanteio que o árbitro marcou equivocadamente, com bola de cabeça. 1 a 1.

A Ponte respondeu já na sequência, com Niltinho, mas a zaga impediu a conclusão. Aos oito, Niltinho mais uma vez puxou contra-ataque, mas foi parado com falta. Aos nove, novo contra-ataque da Ponte, com Moisés levando a bola até Niltinho. O camisa 7 mandou uma bomba, para defesa difícil do goleiro adversário, que mandou para escanteio. Camilo cobrou na área e o próprio Niltinho tentou chutar, mas foi travado na hora agá.

O jogo estava aberto e aos 23 Richard dominou bola pela esquerda, cortou para o meio e finalizou, carimbando a zaga. Os donos da casa tiveram três chances seguidas em escanteios, mas a zaga alvinegra marcava bem. Na última, aos 26, Fessin armou contra-ataque rápido e passou para Moisés, mas o goleiro adversário saiu do gol e cortou quase do meio de campo.

Na sequência, Thalles sentiu a coxa e precisou ser substituído por Renatinho. Aos 30, em lance de ataque do adversário, o juiz viu pênalti a favor do Náutico em lance de defesa de Fábio Sanches. Porém, na cobrança, na tentativa de tirar a bola do Ivan, Jean Carlo chutou alto demais e ela saiu por cima do gol.

Aos 33, Kevin cruzou a bola na área e o Náutico segurou literalmente na linha do gol. Aos 35, Moisés chutou firme, mas o goleiro oponente defendeu. Aos 36, nova bola da Ponte na área, Cleylton desviou e a zaga tirou de novo em cima da risca. Aos 40, cobrança de escanteio fechada de Moisés na área adversária, levando perigo ao gol adversário.

A Ponte crescia no finalzinho e o adversário abusava das faltas. Aos 41, Renatinho foi derrubado pela ponta esquerda. Na cobrança da falta, Moisés mandou na área, mas ninguém alcançou. Aos 43, Kevin cobrou lateral na área e Fessin disputou a bola com o goleiro adversário, mas o juiz deu falta de ataque.  Aos 46, bola na área cruzada por Fessin e Josiel quase tentou cabecear, mas o goleiro defendeu.

Aos 48. Jogada de rapidez para Moisés, que passou para Renatinho na área, mas o meia ficou sem ângulo para concluir e acabou tentando o passe , para corte do adversário. No minutp seguinte, bela defesa de Ivan em chute forte do oponente, impedindo a virada. Em novo escanteio, a defesa alvinegra tirou e o juiz apitou o final do jogo.

Ficha do jogo

Ponte Preta: Ivan, Kevin, Fábio Sanches, Cleylton e Felipe Albuquerque; Dawhan (Vini Locatelli), Camilo (Thalles, depois Renatinho) e André Luiz; Richard (Josiel), Niltinho (Fessin) e Moisés. Técnico: Gilson Kleina.

Náutico: Jeferson; Bryan, Carlão, Camutanga e Breno Lohan (Rafinha); Matheus Trindade (Giovanny), Rhaldney e Marciel; (Guilherme), Jean Carlos, Vinícius e Paiva (Iago). Técnico: Hélio dos Anjos.

Gols: Moisés, aos 18 do primeiro tempo; Camutanga aos quatro do segundo

Arbitragem: Jonathan Antero Silva apitou, tendo como assistentes Adenilson de Souza Barros e Joverton Wesley de Souza Lima. O quarto árbitro foi Michelangelo Martins de Almeida Junior.

Cartões amarelos: Dawhan, Niltinho, Locatelli Gilson Kleina (Ponte) ; Marciel, Rafinha, Jean Carlos e Hélio dos Anjos (Náutico)

Partida válida pela 11ª rodada da série B do Brasileiro 2021, disputada no Estádio dos Aflitos, sem público (nem renda) em virtude da pandemia

fonte: https://pontepreta.com.br/noticias-detalhe/20210703pppnt

Outras noticias do Brasileirão Série B

  Avaí vence o Confiança e sobe na tabela rumo ao G4